Arquitetura e Urbanismo

Introdução

O Curso Superior de Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Montes Belos iniciou suas atividades em fevereiro de 2017. Desde então confirmou seu compromisso satisfatório com a qualidade do ensino. Todas as exigências e padrões de qualidades estabelecidos pelo MEC são atendidos como estrutura, qualidade de ensino, corpo docente qualificado e alunos bem preparados para o mercado de trabalho.

Sobre o curso

 

Objetivo Geral

O Curso de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Montes Belos têm como objetivo a formação de arquitetos e urbanistas que sejam profissionais aptos a compreender e dar respostas às necessidades sociais, culturais, estéticas e econômicas das comunidades, em relação ao planejamento do espaço, ao urbanismo, à construção de edifícios, bem como à conservação e valorização do patrimônio construído, proteção do equilíbrio natural e à utilização racional dos recursos disponíveis. Profissionais com capacidade para atuar em organizações dos diversos setores da economia, pública ou privada, bem como para o envolvimento na área acadêmica de ensino e pesquisa.

Objetivos Específicos

 

  • Formação crítica, analítica, criativa e tecnológica que possibilite a formulação de novas linguagens arquitetônicas ou intervenções urbanísticas que privilegiem sempre a atitude ética, cristã e humanista na abordagem dos problemas;
  • Capacidade de planejamento arquitetônico e urbanístico do ambiente construído com caráter multidisciplinar em sua relação com o meio ambiente e sua ocupação espacial e ambiental;
  • Visão sistêmica, flexível às mudanças diante de diferentes contextos sociais, econômicos e culturais para o desenvolvimento de políticas urbanas capazes de atender às especificidades de cada comunidade;
  • Sólida formação nos aspectos de conforto ambiental, no gerenciamento e integração e compatibilização dos projetos, na racionalização estrutural e no planejamento da construção;
  • Capacitação tecnológica no uso de ferramentas de suporte profissional;
  • Conhecimento da estreita relação entre obras, projetos e custos reais;
  • Auxiliar na formação de profissionais com perfil empreendedor e conscientes das questões decorrentes da aceleração do desenvolvimento econômico e do processo de globalização, tal como a gestão ambiental.

 

Perfil Profissional do Egresso

O arquiteto-urbanista é um profissional capaz de intervir no espaço construído e/ou simbólico, transformando-o. Tendo em vista os objetivos acima indicados, as características específicas da cidade de São Luís de Montes Belos e região, as Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Arquitetura e Urbanismo e das atribuições profissionais definidas pela Resolução n°2 do CAU/BR, garante-se, para o egresso do Curso de Arquitetura e Urbanismo, uma formação generalista na área de projeto arquitetônico e urbano. Para isto, busca-se prover uma sólida instrumentação e sensibilização crítica para a análise, concepção e a representação em várias escalas e em situações de intervenção; o conhecimento dos sistemas construtivos e sua adequação cultural, econômica e socioambiental; o conhecimento dos sistemas estruturais e das instalações prediais com suas repercussões nas soluções projetuais, além dos demais conhecimentos técnicos necessários à prática projetual previstos nas atribuições profissionais.

 

Habilidade e Competências

Os Arquitetos e Urbanistas devem ser profissionais aptos a compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e com unidades, no que diz respeito à concepção, organização e construção do espaço interior e exterior, abrangendo o urbanismo, as edificações e o paisagismo.

Suas atividades estão intrinsecamente relacionadas ao processo de construção de uma identidade física, palpável, da arquitetura e do urbanismo com seu povo, centrando-se no exercício da cidadania.

Para tanto, é fundamental  que  este  profissional  obtenha,  durante sua graduação,  sólida  formação generalista,  além  de  estar  consciente  da  importância  da  conservação  e  valorização  do patrimônio construído, como também da manutenção do equilíbrio do ambiente natural e utilização racional dos recursos disponíveis.

 

Atribuições no Mercado de Trabalho

Arquitetura: Concepção e execução de Projetos de Arquitetura, traduzindo o espectro das necessidades, aspirações e expectativas de indivíduos, grupos sociais e comunidades, e considerando fatores de Custo, Qualidade, Durabilidade, Manutenção, Especificações e Regulamentos Legais. Construção de Ambientes fundamentada em Aspectos Sociais, Econômicos e Antropológicos relevantes, e ainda, satisfazendo, Exigências Culturais, Econômicas, Técnicas, Ambientais e de Acessibilidade.

Arquitetura das Edificações: Obras e Reformas de Edificações, Conjunto de Edificações, Edifícios Complexos. Readequação de Edifícios. Edifícios e Instalações Efêmeras. Monumentos. Avaliação Pós-Ocupação. Cadastros e Documentação.

Paisagismo: Arquitetura Paisagística, Organização da Paisagem. Parques, Praças, Jardins e

Outros Espaços. Modelagem do Espaço Físico. Vias de  Circulação, Acessos e Passeios. Composição da Vegetação. Planos de Massa.

Arquitetura de Interiores: Organização, Intervenção, Revitalização, Reabilitação, Reestruturação e Reconstrução dos Ambientes Internos. Equipamentos, Objetos e Mobiliários. Arquitetura Efêmera.

Patrimônio Cultural: Patrimônio Arquitetônico, Urbanístico, Paisagístico, Histórico, Tecnológico, Artístico, Restauro, Monumentos. Técnicas Retrospectivas. Práticas Projetuais e Soluções Tecnológicas para Preservação, Conservação, Valorização, Restauro, Reconstrução e Reabilitação, e Reutilização de Edificações, Conjuntos e Cidades.

Meios de Expressão e Representação: Desenho Artístico e Geométrico, Perspectiva, Modelagem, Maquetes, Modelos, Imagens Virtuais, Comunicação Visual, Informática Aplicada, Tratamento de Informações e Representação aplicados à Arquitetura, ao Urbanismo, ao Paisagismo e ao Planejamento Urbano e Regional.

Tecnologia da Construção: Elaboração e Interpretação de Levantamentos Topográficos e Cadastrais para a Realização de Projetos de Arquitetura e Paisagismo. Leitura, Interpretação e Análise de Dados e Informações Topográficas e Geográficas. Uso de Informações Geográficas para a realização de Projetos Urbanísticos e para o Planejamento Urbano e Regional.

Materiais: Tecnologia dos Materiais de Construção, Elementos e Produtos. Patologia e Recuperações. Sistemas e Metodologia. Sistemas Construtivos e Estruturais Estruturas, Desenvolvimento e Aplicação Tecnológica de Estruturas.

Instalações: Instalações, Equipamentos, Componentes e Dispositivos Referentes a Arquitetura e Urbanismo. Instalações Elétricas em Baixa Tensão e Tubulações Telefônicas e de Lógica para fins residenciais e comerciais de pequeno porte. Conforto Ambiental Técnicas referentes ao estabelecimento de Condições Climáticas, Acústicas, Lumínicas e Ergonômicas necessárias para a Concepção, Organização e Construção dos Espaços.

Urbanismo: Planejamento Urbano e Regional. Planejamento Físico-Territorial. Planos de Intervenção no Espaço Urbano, Metropolitano e Regional fundamentados nos Sistemas de Infraestrutura, Saneamento Básico, Sistema Viário, Tráfego e Trânsito Urbano e Rural. Sinalização. Acessibilidade. Inventário Urbano e Regional. Parcelamento do Solo, Loteamento, Desmembramento, Remembramento, Arruamento. Gestão Territorial. Planejamento Urbano e Plano Diretor. Traçado de Cidades. Cadastro Técnico.

Assentamentos Humanos. Requalificação de Áreas Urbanas e Regionais. Avaliação Pós Ocupação. Desenho Urbano.

Meio Ambiente: Ações de Preservação da Paisagem e Estudo e Avaliação dos Impactos Ambientais. Proteção do Equilíbrio do Meio Ambiente. Utilização Racional dos Recursos Disponíveis e Desenvolvimento Sustentável.